Desmame Saudável

 

Como fazer o desmame saudável?
 
A recomendação da Organização Mundial de Saúde é de que a amamentação exclusiva dure até os seis meses de vida, mas só o pediatra que acompanha a evolução da criança pode definir com certeza esse limite. A partir de então, fica a critério do médico estabelecer o momento ideal para a introdução de novos alimentos.
O desmame deve ser um processo gradativo, permitindo que a criança se adapte a perda desse elo tão forte que é o aleitamento materno exclusivo. É bom lembrar que muitas crianças têm dificuldade em desmamar e isso pode afetar seu sono e apetite.
 
Quando começa o desmame?
 
O desmame começa quando o bebê passa a comer alimentos  semi-sólidos  e sólidos . Nessa fase todos os cuidados devem ser tomados para evitar que a criança rejeite prematuramente os sabores e as texturas dos novos alimentos, cuja natureza é bem diferente da do leite materno.
É importante lembrar que até esse momento o bebê que só sabe sugar, precisa aprender a engolir os novos alimentos. Por isso é comum nessa faze as mães acharem que, somente porque os seus filhos cospem os alimentos, eles não gostam deles. Muitas vezes a rejeição pode estar ligada a imaturidade do movimento de deglutição e não ao sabor dos alimentos.
A regra de ouro: o importante é fazer com que seus filhos conheça os diversos sabores dos alimentos, pois a criança,  aos poucos, vai se acostumando com a nova dieta. Essa é a única maneira de ensinar bons hábitos. E pessoas com bons hábitos alimentares são mais saudáveis e têm menos riscos de ficar doentes.
 
 
 
A introdução de novos alimentos:
 
Até os 6 meses, o bebê só deve receber leite materno. Outro alimento só por indicação médica. Depois dessa fase é que novos alimentos são oferecidos. 
Veja no anexo abaixo o esquema alimentar para o primeiro ano de vida.
 
 
No fim desse período, a Criança já deve ter uma dieta composta de alimentos de todos os grupos.
 
 
Fonte: Leite é vida