Parto natural, ou por cesariana?

Quanto mais os pesquisadores evoluem nas pesquisas e os conhecimentos em Medicina avançam, chegamos à conclusão de que o processo natural é o mais indicado, e de que a natureza é perfeita. No momento mágico do nascimento de um nenê procuramos agir desta forma. No período pré-natal, os obstetras, que são os especialistas capacitados para atender as gestantes, antes, durante e após o parto, empenham-se para que esta criança venha ao mundo da maneira mais natural possível, escolhendo o parto normal como procedimento. Já nas consultas anteriores e durante o parto, os obstetras monitoram o crescimento, o desenvolvimento deste nenê e, se tudo estiver bem, conduzem ao parto normal. Entretanto, se notarem alguma alteração devido ao tamanho, o peso, a posição e o bem estar deste feto, pode ocorrer mudança, para segurança de ambos, na via do parto, optando por uma cesariana. Nas duas vias de parto, o importante é ter em mente o melhor para a mãe e para o nenê.

Com o conhecimento de que, ao nascer, o nenê tem que respirar no primeiro minuto de vida, torna-se indispensável a presença do pediatra no atendimento deste recém-nascido em sala de parto.

Ao nascer, se tudo corre bem, o nenê deve permanecer sobre a mãe em contato pele a pele, para que ele possa desenvolver o apego, conquistar, estimular a amamentação, e realizar a identificação da mãe.

 

A importância do momento do parto

O momento do nascimento é mágico. É o momento no qual deixamos de ser filhos, para nos tornarmos pais. Este momento pode definir todo o futuro deste novo ser que está nascendo. Por toda esta responsabilidade, o parto deve ser realizado em ambiente seguro, equipado e acompanhado por médicos capacitados no atendimento da gestante – o obstetra, e por médicos capacitados no atendimento do recém-nascido – a pediatra.

Fonte: Departamento Científico de Neonatologia