Orientações para fotoproteção na infância

Adicionar um subtítulo (1).png

Cuidados com as crianças no verão

  • Durante os primeiros 6 meses de vida, os bebês não devem ser expostos diretamente ao sol. Também não devem utilizar fotoprotetores, devido às características de maior absorção da pele e imaturidade das funções hepáticas e renais.

  • A partir dos 6 meses até o primeiro ano de vida, as exposições solares devem ser curtas e em horários apropriados.

  • A exposição solar deve ser feita até às 10h e depois das 16h, pois os raios ultravioleta são mais intensos entre as 10h e 16h.

  • O uso regular de filtros solares deve ser estimulado.

  • Durante exposições solares prolongadas (praias, clubes, piscinas) é importante o uso de chapéu e vestuário adequado (tecidos com fotoproteção).

  • Em crianças maiores e adolescentes, além de tudo descrito acima, é recomendado o uso de óculos de sol.

  • Permanecer na sombra ou sob o guarda-sol não garante proteção total. Muitas superfícies, como areia, cimento, neve são refletoras das radiações solares lesivas.

  • Nos dias nublados, a fotoproteção também deve ser feita, pois apesar do sol estar encoberto, 80% das radiações ultravioletas atingem a superfície da Terra.

  • Cuidados especiais devem ser tomados em altitudes elevadas e latitudes tropicais. Para cada 1.000 pés acima do nível do mar a radiação solar aumenta 4% a 5% e, quanto mais próximo do Equador, mais forte são os raios solares.

 

Escolha do fotoprotetor

  • O fotoprotetor deve ter amplo-espectro de absorção da radiação UV, ou seja, absorver ou bloquear UVA e UVB.

  • Deve ser apropriado para uso na infância, contendo mais filtros físicos e menos substâncias químicas.

  • O veículo deve ser, de preferência, creme ou loção nas crianças menores, podendo ser spray ou gel nos maiores. 

  • Fotoprotetores em bastão são mais apropriados para áreas sensíveis como lábios, nariz e orelhas.

  • O fotoprotetor deve ser aplicado a cada duas horas de exposição solar e após a imersão na água (sempre com a pele bem enxuta antes da reaplicação).

Utilização do fotoprotetor

  • Aplicar o fotoprotetor 20 a 30 minutos antes da exposição ao sol, para que haja tempo dele ser absorvido e desempenhar seu efeito protetor.

  • Aplicar o filtro solar generosamente em todas as áreas expostas. Não esqueça de aplicar nas orelhas, dorso das mãos e dorso dos pés.

  • Aplicar o fotoprotetor cuidadosamente ao redor dos olhos, evitando as pálpebras inferiores e superiores. As crianças têm o hábito de esfregar os olhos e alguns produtos podem ser irritantes. Se ocorrer eritema (vermelhidão) da conjuntiva ocular, ardor ou irritação, lavar os olhos imediatamente com água.

  • Aplicar o filtro solar sob as roupas, pois a radiação solar pode penetrar alguns tipos de tecidos, principalmente se estiverem molhados.

  • É importante salientar que camisetas de malha de cor branca conferem pouca proteção, permitindo a passagem da radiação ultravioleta e, se estiverem molhadas, a proteção é ainda menor.

Fonte: Departamento Científico de Dermatologia da Sociedade de Pediatria de São Paulo

valor. cuidados de qualidade. conveniência.