DESENVOLVIMENTO DA FALA E A PANDEMIA DE COVID-19

888

A primeira infância, período que corresponde aos seis primeiros anos de vida da criança, é a base para todas as aprendizagens humanas. É neste período que existe uma maior abertura para o desenvolvimento, em especial da comunicação.

A pandemia de Covid-19 levou a um isolamento social que alterou o ambiente sonoro, o que pode afetar o desenvolvimento de linguagem e de audição, particularmente das crianças menores de 5 anos. As dificuldades ficam ainda mais evidentes para aquelas que já apresentam alguma alteração como perdas auditivas, visuais, motoras e intelectuais.

O desenvolvimento das crianças depende de interações sociais e comunicativas com adultos e com outras crianças, o que ocorre nas reuniões sociais, familiares e, principalmente, na escola. A diminuição da exposição à comunicação oral afeta o aparecimento e aperfeiçoamento da fala, aprendizagem e até mesmo da capacidade de pensamento abstrato.

Os ambientes de isolamento social são diferentes, dependendo da composição familiar: crianças de famílias com muitos membros (irmãos, parentes que moram juntos) têm maior exposição à comunicação, enquanto aquelas com menor número de pessoas morando juntas poderiam ser mais afetadas.

Outro fator é o aumento da exposição às telas (celulares, televisão, computador, tablets), devido à necessidade dos pais de trabalhar em casa e não poder contar com as escolas de forma presencial. Estes dispositivos não interagem; a criança fica passivamente assistindo, o que não contribui para o desenvolvimento de fala e da linguagem. Os dispositivos eletrônicos podem ser um instrumento útil de comunicação com amigos, parentes, mas para serem efetivos no desenvolvimento infantil devem ser usados com a mediação de um adulto. Ler livros no formato eletrônico, contando a história e interagindo auxilia no enriquecimento de vocabulário e aprendizado.

O isolamento social também causou perdas na quantidade e qualidade de sons aos quais a criança é exposta. A diminuição dos ruídos de fundo (barulhos) pode ser benéfica para o aprimoramento da audição, porém quanto menos palavras escutar pior será o desenvolvimento do pensamento e da linguagem.

O fechamento das escolas causa impacto no desenvolvimento social e emocional das crianças e adolescentes; a falta de experiência com a interação leva a menor habilidade para interagir com seus pares e com adultos. A escolarização online não tem a mesma qualidade de exposição social que o ensino presencial.

Converse bastante com seu filho, proporcione um ambiente comunicativo em que ele tenha espaço para se manifestar, de acordo com sua idade. Respeite a vez de cada um falar, escute com atenção e valorize suas manifestações, mesmo que ainda seja pequeno.

Precisamos estar atentos aos marcos do desenvolvimento da linguagem. Se você identifica que seu filho apresenta algum dos sinais de alerta a seguir, procure orientação com seu pediatra!
 

884

Fonte: Grupo de Trabalho de Desenvolvimento e Aprendizagem da Sociedade de Pediatria de São Paulo

valor. cuidados de qualidade. conveniência.